terça-feira, janeiro 03, 2006

Vagabundo

Que disparate.
o que seres?
Na última tranpiração.
Sem nenhum interesse
numa noite severina
vagabundo, sem inspiração
Numa disritmia mental
jurou ser napoleão
E tempo afora percebeu seu erro,
viu-se Jesus.
E finalmente o que jurara ter feito
O mundo.
Ah cala-te vagabundo.




**uma brincadeira com os nomes das faixas do cd Vagabundo, de Pedro Luís e A Parede & Ney Matogrosso.